Blog – Sistema de Ensino CNEC

Semana do Novo Ensino Médio da CNEC

A CNEC realizou um evento esclarecedor e repleto de conhecimento sobre a proposta  do Novo Ensino Médio, que já está pronto para receber os alunos em 2022.

A fim de garantir  uma melhor compreensão sobre o Novo Ensino Médio, a Coordenação de Educação Básica da CNEC (CEDUC) e o Sistema de Ensino CNEC, reuniu os coordenadores de área,  autores do material didático e renomados convidados para a Semana do Novo Ensino Médio. Esse evento gratuito promoveu discussões aprimoradas e enriquecedoras para  todos os envolvidos e  foi realizado de 25 a 29 de outubro, de forma online, através do  canal do Sistema de Ensino CNEC no Youtube.

O  intuito do evento era esclarecer eventuais dúvidas e oficializar, junto aos alunos ingressantes no Ensino Médio da rede, os pilares da proposta, que são  o protagonismo juvenil, o ensino híbrido, as metodologias ativas, a formação docente, os projetos de vida, a tecnologia, a inovação e a aderência ao mercado de trabalho. 

A abertura da  Semana do Novo Ensino Médio trouxe o tema Os desafios para o Novo Ensino Médio, e contou com a presença do professor José Lima, doutor em Educação e vice-presidente da CNEC;  do professor Chico Soares, PhD em Educação, ex-presidente do INEP e membro do Conselho Nacional de Educação;  e de Khalil Oliveira Portugal, doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade de Brasília. O encontro foi  mediado  por Júlio Henrique da Cunha Neto, doutor em Educação e Coordenador de Educação Básica da Rede CNEC e Gerente de Inteligência Educacional do Sistema de Ensino CNEC. 

Na ocasião.  o professor José Lima trouxe sua experiência para incentivar  a todos, contou  um pouco sobre a História da Educação e reafirmou  os princípios da CNEC, as expectativas e o seu compromisso com a educação: “O trabalho da CNEC é coeso e edificante, com responsabilidade aos nossos alunos e famílias, com um trabalho em conjunto visando aos melhores processos de ensino e aprendizagem. Possibilitando estarmos cada vez mais atentos às nossas unidades, professores, alunos e famílias. Dessa forma, que a CNEC  continue prestando os melhores serviços através do sistema de ensino mas acima de tudo através da prática em sala de aula”.

Chico Soares complementou a exposição  com uma abordagem  esclarecedora sobre as novas metodologias,  diretrizes e reestruturações organizadas pela BNCC em relação ao  Novo Ensino Médio:  “A reforma é a resposta brasileira para adequar o currículo do Ensino Médio às demandas do século 21. Assim, essa reforma é necessária, já que é impossível que todos os estudantes aprendam tudo e todos aprendam o mesmo. A formação geral básica é para a vida, e os itinerários formativos são sobre a universidade e o mercado de trabalho.” esclareceu  Soares.

O professor da UnB Khalil Oliveira Portuga ressaltou: “Com base na formação geral básica e com os itinerários formativos, o documento da proposta da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), assim como quase em todos os estados, traz alguns eixos transversais em propostas para que os professores possam trabalhar os diversos temas referentes ao novo ensino médio de maneiras interdisciplinares como a educação para diversidade cidadania e em educação em e para os direitos humanos, educação para sustentabilidade e alguns temas contemporâneos que aparecem na BNCC.” Como ressaltou o professor da UnB Khalil Oliveira Portuga. 

Logo,  os encontros trouxeram  debates enriquecedores, além  de questões e reflexões a serem discutidas, a exemplo dos  pontos que ainda não foram implementados à nova proposta, como o Enem e  seus novos alinhamentos.  “O que sabemos é que neste ano de 2021não ocorrerão mudanças, sendo ainda lidado com o modelo antigo da avaliação.” Como ainda orientou a Supervisora da Educação Básica do Sistema de Ensino CNEC, Érica Tomazinho Zanetti. 

A semana contou com debates diários e enriquecedores, além de orientações sobre  cada área do conhecimento:  a Matemática;  a área de Ciências Humanas que agrega as disciplinas de História, Geografia, Filosofia, Sociologia e, a partir dessa nova proposta,  Projeto de Vida;  a área de Ciências da Natureza, que engloba  Química,  Física e  Biologia; e a área de Linguagens, que abarca  Português, Educação Física, Artes e Língua Inglesa. Assim, durante todos os dias da semana, foi abordado, de forma objetiva, o que será desenvolvido em cada uma das específicas áreas de formação, incluindo os Itinerários Formativos. Essa abordagem  contou com a participação de membros, coordenadores, professores e escritores do material didático da CNEC e foi mediada  pelos coordenadores da Educação Básica do Sistema de Ensino.  

Para concluir a semana com chave de ouro, a equipe  do Sistema de Ensino CNEC, com a mediação da Supervisora da Educação Básica Érica Zanetti, receberam, como convidados, os grandes personagens do Novo Ensino Médio da CNEC:  os  alunos do 9º ano do Ensino Fundamental do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira, unidade da rede localizada em Uberaba-MG. Os estudantes tiraram dúvidas, fizeram perguntas aos coordenadores, expuseram suas opiniões e mostraram grandes expectativas quanto ao novo modelo de abordagem previsto para 2022. 

Ainda no último dia de evento, as professoras Rosana Siqueira, supervisora de produção de conteúdo do Ensino Superior, e Paola Passos, mestre em Educação e Coordenadora da área de Humanas e Licenciaturas no Sistema de Ensino CNEC, expuseram as programações para os itinerários.

Segundo Rosana, o Ensino Superior está  à frente  dessa produção devido à  experiência na elaboração de conteúdos. O objetivo é fazer  um paralelo entre a formação técnica e profissional, pois, nos cursos técnicos,  os alunos são preparados e conectados diretamente com a formação profissional, pois esses cursos são  o primeiro contato do  estudante com as áreas profissionais e mercadológicas. “Eu vejo os itinerários formativos como um laboratório experimental. Com  base em seu projeto de vida, os alunos farão a etapa e colocar a mão na massa, descobrir suas habilidades e deficiências na prática e, ao final do Ensino Médio poderão ter a noção concreta para sua carreira seja acadêmica ou profissional.” complementa Rosana. 

A Semana do Novo Ensino Médio CNEC, garantiu, aos professores, alunos e demais envolvidos,  grandes esclarecimentos e conhecimentos enriquecedores para a execução da proposta. Quer saber mais sobre o Novo Ensino Médio da CNEC? Acesse https://novoensinomedio.cnec.br/ e confira mais detalhes.  Mas se você não pôde  participar da semana,  quer saber mais sobre as novas estratégias e desenvolvimento do Novo Ensino Médio  na rede CNEC e conferir os debates que aconteceram durante o evento,  visite o  canal do sistema de ensino no YouTube pelo link (https://cnec.lk/0nza) e confira tudo o que aconteceu. 

Venha fazer parte da rede educacional que mais cresce no Brasil e  tenha um futuro brilhante com a CNEC em 2022!

Compartilhe essa postagem!

Voltar ao Topo