Blog – Sistema de Ensino CNEC

Colégio CNEC de Brasília recebe 390 novos alunos por meio de convênio com a Secretaria de Educação do Distrito Federal

Serão atendidos, especificamente, alunos de dois e três anos de idade

A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) passará a atender, a partir de quinta-feira (22/04), 390 alunos de dois a três anos de idade por meio de um convênio firmado com a Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF). O Colégio CNEC de Brasília foi a única instituição de ensino credenciada da Regional do Plano Piloto.

A parceria foi possível graças ao Programa de Benefício Educacional Social (PBES) – Cartão Creche. O programa tem o objetivo de ampliar as vagas ofertadas em creches pela Secretaria de Educação e pretende dar oportunidade de desenvolvimento às crianças nos primeiros anos de vida. Com o Cartão Creche, os pais e responsáveis passam a ter a possibilidade de matricular seus filhos em creches privadas.

O Colégio CNEC de Brasília iniciou, na segunda-feira (19/04), o processo de efetivação da matrícula dos alunos que foram pré-selecionados pela SEEDF após cadastro realizado pelas famílias em janeiro e fevereiro deste ano.

As aulas presenciais serão retomadas de forma gradual e com revezamento de alunos por turma, caso seja necessário. O colégio está preparado para seguir todas as normas de combate à Covid-19 recomendadas pela SEEDF. 

De acordo com a diretora do Colégio CNEC de Brasília, Adriana Marla Pereira, uma reunião on-line será realizada nesta terça-feira (20) com os pais que já matricularam os filhos. Na oportunidade, tanto os pais que optarem por levar as crianças para as aulas presenciais quanto os que preferirem realizar as atividades por meio do ensino remoto assinarão um termo de responsabilidade.

A diretora ressalta que o ensino remoto para as crianças acontecerá por meio da plataforma CNEC Digital. As aulas on-line ainda contarão com postagens de vídeos interativos, de acordo com a idade das crianças, e  com a realização de atividades semanais, que deverão ser retiradas no colégio.

Os alunos que iniciarem as atividades presenciais serão atendidos em turno integral, das 7h30 às 17h30. Na parte da manhã, eles seguirão o cronograma de aulas e, no contraturno, realizarão atividades extras. O colégio oferecerá aulas de capoeira, dança, contação de histórias, musicalização e recreação aquática quando as piscinas estiverem liberadas para uso. 

Durante as aulas presenciais, as crianças irão receber cinco refeições por dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, café da tarde e jantar.

“Nesse período de pandemia, os diretores das escolas da rede CNEC precisam ter um olhar muito aguçado para as parcerias com as prefeituras e com as secretarias de educação de suas respectivas regiões. Agora é hora de unirmos forças para que consigamos ajudar as prefeituras a suprirem a demanda por vagas na educação e assistirmos tanto as crianças quanto os jovens”, declara a diretora Adriana Marla Pereira.

O diretor-presidente da CNEC, Alexandre Santos, informa que outros colégios da rede também estão recebendo alunos oriundos de convênios. “Assim como Brasília, nossos colégios localizados em Bento Gonçalves, Farroupilha e Arroio dos Ratos, no Rio Grande do Sul; e em Caetanópolis, Minas Gerais, estão matriculando alunos encaminhados pelas prefeituras. Temos outros convênios a caminho, com é o caso de Itagi, na Bahia e em Timbaúba, em Pernambuco; locais nos quais estamos em fase de habilitação”.

Compartilhe essa postagem!

Voltar ao Topo