Blog – Sistema de Ensino CNEC

Ferramenta de correção digital de redações desenvolvida pela CNEC apresenta resultados positivos

Mais de 3 mil redações já foram corrigidas desde o lançamento da solução educacional

A ferramenta de correção digital de redações do Sistema de Ensino CNEC foi lançada em setembro do ano passado e desde então  traz  bons resultados.

Até o momento, o banco de dados do Sistema de Ensino já registrou a criação de 341 posts com atividades de redação. Por meio deles,  foram enviadas e corrigidas 3.343 redações de 35 instituições cenecistas.

O recurso lançado no ano passado permite que os professores corrijam os materiais enviados pelos alunos utilizando  as cinco competências que são exigidas e avaliadas nas  produções textuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O grande diferencial dessa nova ferramenta é que, além de avaliar a escrita e distribuir os pontos correspondentes a cada competência exigida pelo Enem, o corretor também pode realizar anotações na redação. Assim, o professor consegue registrar comentários ao longo do texto, e os estudantes podem acessá-los com apenas um clique. Outro destaque da ferramenta é a possibilidade de anexar links de materiais didáticos complementares que auxiliam o aluno a aperfeiçoar competências necessárias.

“No ensino regular, ocorre  apenas uma aula de redação por semana, portanto o professor não consegue  acompanhar as produções dos alunos, pois, na sala de aula, é preciso trabalhar os gêneros textuais,  a estrutura do texto, as grades de correção, etc. Logo, sobra pouquíssimo tempo para a produção textual em si. Sendo assim, surgiu a necessidade de ampliar a aula de redação regular para o contraturno a fim de que os alunos pudessem ter mais tempo para produzir os temas propostos em sala de aula”, ressalta a professora de redação do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira, Taís de Paiva.

Inclusive, o  Colégio Cenecista Doutor José Ferreira, localizado em Uberaba (MG),  está realizando uma oficina de redação utilizando essa nova ferramenta de correção. Saiba mais aqui.

A professora Taís Paiva acredita que a plataforma desenvolvida pelo Sistema de Ensino CNEC é  mais efetiva do que a plataforma do Enem, pois, além de disponibilizar as notas por competência, ela permite que o aluno acesse também os comentários do corretor com explicações acerca dos desvios cometidos. “Com a ferramenta de correção, é possível acompanhar o desenvolvimento dos textos dos alunos por competência,  assim, o aluno e os professores conseguirão verificar a evolução do texto e, consequentemente, terão um feedback mais apurado da produção”,  conclui a docente.

Compartilhe essa postagem!

Voltar ao Topo